Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a world in a grain of sand

um mundo num grão de areia

a world in a grain of sand

10 coisas para tornar o dia melhor

Sofia
08
Ago20

Esta semana foi cansativa, mas não pretendo vir aqui desabafar sobre o assunto. Quero antes partilhar uma lista de coisas (sim, sou dessas pessoas que gosta muito de listas) que me ajudam em alturas destas. Ficam aqui sugestões para melhorar os dias menos bons.

 

- Tomar um bom duche  - Podemos ter a cabeça cheia de preocupações ou estar a sofrer com as noites mal dormidas... Um bom duche ajuda a limpar o corpo e a alma. 

- Respirar fundo e pensar "Hakuna Matata"  - Não é um mantra da Tara Verde, mas pode ajudar a libertar-nos do stress.

- Brincar e dar mimos aos nossos animais de estimação  - Seja o cãozinho, o gatinho, o coelhinho, a cobrinha (nada de segundas interpretações )... Os nossos animais parecem ter o super poder de nos dar forças quando tudo parece estar perdido!

- Fazer um jantar romântico  - Ligar uma música agradável (gosto especialmente de jazz às refeições) e pôr a mesa bonita ajudam logo a tornar o dia melhor (neste caso já é de noite, mas não faz mal), mesmo que o jantar nem seja nada de muito elaborado.

- Fazer um bolo ou bolachinhas  - É preciso tempo e não convém tornar-se um hábito, se não deixa de ter piada e torna-se um perigo para a alimentação (a menos que estejamos a fazer bolos e bolachas para oferecer - gosto imenso de fazer isto na altura do Natal pois posso levar bolachinhas para partilhar com os colegas de trabalho nos lanches de Natal). Para quem tem menos jeito para doces, sugiro receitas de bolachas e biscoitos. Costumam ser mais simples e só é preciso ter cuidado com a temperatura e o tempo no forno.

- Praticar algum tipo de exercício físico  - Confesso que não tenho conseguido manter uma rotina saudável neste ponto e que tudo piorou com o vírus desgraçado. No entanto, nunca é tarde para recomeçar ou começar. Se há algo que ajuda a libertar a cabeça das preocupações e nos permite ter umas noites de sono melhores é a prática de exercício físico.

- Pôr a tocar algumas das nossas músicas preferidas (mas felizes, caso contrário o efeito não é o mesmo) e cantá-las em plenos pulmões (se forem cá dos meus, "desafiná-las em plenos pulmões")  - Às vezes é preciso um pico de energia para dar a volta por cima. Caso as músicas preferidas não resultem, podem sempre pôr a tocar aqueles hits que têm tendência a puxar para a cantoria (seja a Don't Stop Me Now, a YMCA, a I Will Survive, a música do Shrek, A Moda do Pisca Pisca, a Princesinha... Posso dizer-vos que enquanto escrevia este post coloquei a tocar a cover acima da I'm a Believer - a.k.a. música do Shrek - e o meu namorado começou a cantarolá-la baixinho )

- Dançar (não interessa se bem ou mal)  - Podemos aproveitar as músicas que colocámos a tocar para cantar em plenos pulmões ou até elaborar uma ou várias playlists específicas para dar um pezinho de dança (podem aventurar-se pelos 80s, pelo pimba, pela música brasileira... o importante é a boa disposição). Quando era mais nova, devido à timidez, não era algo que fizesse no meio de estranhos. Hoje, já não quero saber e, mesmo fora de casa, aproveito o bailarico (meus ricos Santos Populares, que saudades).

- Dormir  - Há que saber quando o corpo e a mente pedem descanso. Se for preciso, dormir a manhã inteira... O melhor seria não chegar a precisar de tanto, mas, se tiver de ser, dêem ao corpo o que ele pede.

- Abraçarmos e beijarmos aqueles de quem gostamos  (cuidado agora com o vírus ) - Não sou muito beijoqueira e só costumo dar beijos e abraços às pessoas que me são mesmo próximas, mas é das melhores coisas da vida, não é? O que não vale um abraço bem apertado do meu namorado e um beijo na testa quando o mundo parece estar a acabar... 

Serás uma folha castanha e quebradiça

Sofia
04
Ago20

A Primeira Bailarina - Edgar Degas

A Primeira Bailarina, Edgar Degas

(imagem retirada da Wikipedia)

 

Serás uma folha castanha e quebradiça
nos meus diários de bailarina.
Serás a folha que me fez dançar,
as cores de Degas.
Serás o ar que neste Outono
me elevou os pés e fez rodopiar.

 

O parque envelhece comigo
e as tuas mãos são os carvalhos mais antigos.

 

As minhas pernas brancas
de marfim gelado
querem as tuas cores douradas.

 

Por isso danço no teu chão de Outono,
tapete de folhas secas
que dá vida aos organismos
e músculos mais escondidos.

 

Serás a minha folha castanha,
o meu bailado na natureza.

 

Ana Sofia Alves
23 de Setembro de 2019

Gramofone #5

Sofia
03
Ago20

Chet Baker - Autumn Leaves

 

O momento alto do meu dia deve ter sido quando a minha playlist A começou a tocar a Autumn Leaves. Esperam-me duas longas semanas em que vou andar a penar por causa do trabalho. Fazer parte de uma equipa de duas pessoas tem vantagens, mas tem também a desvantagem de haver mais trabalho quando uma das pessoas vai de férias. Haja música para que os meus dias sejam melhores.