Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a world in a grain of sand

um mundo num grão de areia

a world in a grain of sand

Um poema para cada mês - Agosto 2021

Sofia
28
Jan21

Pensava que iria publicar isto ontem, mas o computador trocou-me as voltas e dei comigo irritada a tentar fazer o Teams funcionar... Vá-se lá saber porquê começo a abrir e fechar e, mesmo depois de o instalar, deixou de abrir... Aquele eterno loading... O problema ficou meio resolvido, porque consigo utilizá-lo online para trabalhar, mas continuo chateada com o Teams, o meu computador ou qualquer outra coisa que seja culpada.  Vou ficar cheia de rugas por coisas parvas!

Já mais calma, venho partilhar aquilo que prometi: um poema sobre o mar.   Não sei como será o próximo Verão. Espero que, apesar de tudo, possa ser melhor que o anterior. Se não pudermos desfrutar da praia, então que nos seja possível deliciarmo-nos com paisagens escritas.

Tenho um carinho enorme por esta antologia de poemas (Mar). Foi o primeiro livro de poesia que comprei. A verdade é que não sabia bem o que estava a comprar, mas senti uma vontade enorme de ter este livro e achei que, mesmo que nem tudo fizesse logo sentido, mais tarde as coisas iriam mudar e eu ia pegar naquele livro e lê-lo de outro modo e ficar muito feliz por o ter comprado. Comprei-o numa espécie de mini feira do livro na biblioteca da escola. Penso que estava no 5.º ano, no máximo no 6.º. Olhei para a capa (de que gosto muito - um verde marinho com ondas ao fundo) e vi que era um livro da Sophia de Mello Breyner. Só conhecia os contos que tinha lido na escola primária. Como gostei muito de tudo o que li da Sophia e quando era mais nova gostava muito de ler poemas no livro Novíssimas Flores Para Crianças, achei que seria uma boa escolha. E foi. Foi o primeiro livro de poesia que comprei.

 

Mar

 

De todos os cantos do mundo

Amo com um amor mais forte e mais profundo

Aquela praia extasiada e nua,

Onde me uni ao mar, ao vento e à lua.

 

Sophia de Mello Breyner Andresen